2012_UM NOVO AJAW.

(saga final?)
1º Semestre 2013

“Começa por fazer o que é necessário, depois o que é possível e de repente estarás a fazer o impossível”.

(Giovanni di Pietro di Bernardone, conhecido como São Francisco de Assis, frade católico italiano, Assis 1182-1226)

 

Parte III. Realizações Pessoais Literárias

Foto nº 18, 22 de Junho de 2013, 16h 30m, Lançamento do livro PÁGINA DO LEITOR, na livraria Leya na Barata, Avenida de Roma, n.º 11 A, Lisboa.

Foto nº 18, 22 de Junho de 2013, 16h 30m, Lançamento do livro PÁGINA DO LEITOR, na livraria Leya na Barata, Avenida de Roma, n.º 11 A, Lisboa.

Continuo firme na decisão de lhes chamar realizações pessoais ao invés de realizações profissionais. Porque de profissão, ou profissional, essas realizações pessoais nada contêm. Como vos confessei anteriormente sempre gostei de escrever. Meio sério, meio a brincar, costumo dizer para mim mesmo que um dos receios que eu tenho é de quando morrer eu não esteja a escrever. Metaforismos á parte mais do que o receio de faltar á chamada é o receio de falta de material. Tenho pois essa fobia de quando a minha hora chegar eu não estar a escrever.

Também vos confesso que difícil para mim não é escrever muito. Não, senhor. Difícil para mim é escrever pouco do muito que vejo, sinto e penso. Realisticamente falando sei que só por milagre será possível eu ganhar o “pão-nosso de cada dia” baseado na tríade ouvir, pensar e escrever. Talento á parte a oferta em Portugal é muita e boa, muito boa mesmo, e não há procura em quantidade suficiente para superar a oferta.

Perdi o medo de escrever, ou lá o que isso seja, depois de ouvir um dia José Saramago dizer que todos nós somos escritores. A única diferença é que alguns escrevem. Então resolvi lavrar uma outra seara para nela semear palavras em busca da minha exatidão. Descobri no fim da labuta que a vida não pode ser somente escrita a lápis. Ela tem de ser vivida. Com todos os seus defeitos e virtudes. Com todos os seus erros e acertos. Porque cada sonho que deixares para trás é uma parte do teu futuro que deixa de existir.Foi pois assim, baseado nestas premissas que conseguimos editar o meu livro PÁGINA DO LEITOR. Segundo livro que escrevi e o primeiro a ser editado, PÁGINA DO LEITOR, é uma compilação em livro de pequenos textos pessoais que escrevi durante dois anos, entre 2006 e 2008, para vários órgãos de comunicação social escrita. Falo de tudo sem tabus. E sem medo.

Esta é a hiperligação á editora e ao meu livro onde, entre outras coisas, podem ver um pouco de mim, da referida obra e um pequeno book trailer do PÁGINA DO LEITOR.

http://www.sitiodolivro.pt/pt/livro/pagina-do-leitor/9789898413802/

Assim pois termina a meu 1º semestre de 2012 com a escola, os estudos, a escrever artigos e textos de viagem e a editar um livro.

PÁGINA DO LEITOR

Foto nº 30, Tarde de 2013-06-22, Lançamento do Livro “Página do Leitor”_Livraria LeYa Barata_Avenida Roma,11A_Lisboa

Julgo que na altura fiz o necessário e o possível e quando dei conta de mim estava a fazer o que julgava impossível. Não me julguem menos bem se vos disser um dia eu pretender pertencer a essa nobre tribo de escribas de viagens a quem eu apelido de Criadores de Mundos. Até lá…Love you all.

 

(P. S. Acredito em milagres. Todos os dias em que acordo acontece um).

Anúncios
Categories: 2012 UM NOVO AJAW | Etiquetas: , | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “2012_UM NOVO AJAW.

  1. Clara Amorim

    José Alberto,
    Esse teu optimismo é contagiante…! E as tuas palavras sempre cheias de energia positiva…!
    Admirável!!!!!!!!!!
    Abraço.

    Clara

    Gostar

  2. Todos os dias agradeço um novo dia, Clara. Os franceses dizem que a vida é uma garrafa de champanhe do qual todos os dias se bebe uma taça. Umas vezes o champanhe é mais doce. Outras mais amargo. Umas vezes embriaga. Outras causa sofrimento. Por isso todos os dias agradeço um novo dia, porque no dia em que não houver uma taça de champanhe para beber significa que deixou de existir um novo dia. Até lá…..Cordialmente, um amigo.

    Gostar

  3. Fernanda Formiga

    Vale a pena conhecer pessoas assim, com optimismo e alegria de viver!

    Gostar

    • Obrigado companheira de estrada, Fernanda. Mas de acordo com os ensinamentos que colhi, ao longo da nossa estrada, se tu vires alguma coisa boa em mim ela não está em mim. Mas em ti. Ainda bem que nos cruzámos na estrada da vida. Fiquei mais rico. Bis morgen meine dame?

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: